7 de dezembro de 2013

" Historinha da Musa " por Manuel Valinho


O mochinho Usaz estava muito contente por ter escolhido esta localidade para viver.
Quase todos os dias fazia grandes voos, mas ainda não se tinha aventurado a ir até à linda serra que se via dali.
Também continuava a ver os amigos que o tinham escolhido como símbolo e ficava muito contente com a alegria por eles demonstrada, quando se encontravam.
Hoje tinha decidido que iria ver a serra… assim fez.
Voou sem destino. Viu o rio, o mar e a serra e de tudo gostou muito. No regresso tomou outro caminho, passando por uma localidade que ficava junto daquela em que vivia.
Ao chegar junto da povoação, viu uma ave muito parecida com ele. Ao chegar junto da ave, ficou de tal maneira embasbacado que se esqueceu de que estava a voar e quase se estatelou no chão.
Na sua frente, estava uma linda mochinha. Tão linda, que pensou que estava a sonhar
… olhos grandes, com umas pestanas lindíssimas.
Após um instante em que ficou sem saber o que dizer, disse:
- Oláááá !
A mochinha respondeu um pouco a medo
- Olá !
Ficaram ainda um pouco sem dizer nada, até que o mochinho disse:
- Desculpa, nem me apresentei. Eu sou o mochinho Usaz e vivo na povoação ali adiante. Chamo-me Usaz, porque um grupo de pessoas que se encontram para aprender e conviver, me tomou como símbolo.
- Pois também eu sou símbolo de um grupo de pessoas. Estas pessoas reúnem-se para aprender a fazer filmes, por isso deram-me o nome de Musa e vivo aqui com os meus pais.
- Terei todo o gosto em conhecer os teus pais, se for possível, pois não encontrei por cá outras aves da nossa raça.
- Sim, também eles gostarão de te conhecer.
Ficaram mais uma vez a olhar um para o outro sem saber o que dizer. Mas desta vez foi a mochinha que se adiantou, dizendo:
- Amanhã, se quiseres, encontramo-nos aqui e levo-te até aos meus pais.
- Está bem, amanhã aqui estarei. Depois, se quiseres, posso levar-te a ver o grupo de pessoas de que te falei.
Despediram-se com um até amanhã.
O mochinho ainda não estava em si de tanta felicidade…

E assim começou uma grande amizade.

1 comentário:

Luísa Antunes disse...

Chouac... chouac... para os amiguinhos, também do mochinho SÉNIOR de Literatura (que já tem 3 anos)...

Enviar um comentário

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...