23 de setembro de 2014

"Túnel de Alcântara em Lisboa" por Fernando Neves

Passagem inferior de Alcântara
A passagem subterrânea sob a Avenida da Índia e a via férrea, que dá acesso à estação ferroviária de Alcântara-Mar e à zona das docas, está de cara lavada. E maquilhada. Nas paredes, os rabiscos imperceptíveis e a sujidade deram lugar a painéis de arte urbana, com desenhos das paisagens, monumentos e edifícios mais emblemáticos da cidade. Está lá tudo:
desde a Ponte 25 de Abril ao Aqueduto das Águas Livres, passando pela Torre de Belém, pelo Museu do Oriente, pelo Castelo de São Jorge, pelos cacilheiros a navegar no Tejo e pelos eléctricos “amarelinhos”, entre outras imagens de marca da cidade. E até evocações dos murais revolucionários do pós-25 de Abril.          Música: Luís Guerreiro e Pedro Castro (guitarra portuguesa) João Mário Veiga (viola), Francisco Gaspar (contrabaixo) Ricardo Vieira e Tomohino Hata (piano) Concerto Katia Guerreiro @ Olympia

6 comentários:

  1. Caminhos pelos quais nunca passei. Muito obrigada Fernando por me dar a conhecer estas belas obras de arte. Lindo, lindo, lindo.
    Graça

    ResponderEliminar
  2. Um circuito de arte bastante interessante . Parabéns !

    ResponderEliminar
  3. Obrigado J. Oliveira pelo comentário expresso.

    ResponderEliminar

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...