23 de setembro de 2014

"Túnel de Alcântara em Lisboa" por Fernando Neves

Passagem inferior de Alcântara
A passagem subterrânea sob a Avenida da Índia e a via férrea, que dá acesso à estação ferroviária de Alcântara-Mar e à zona das docas, está de cara lavada. E maquilhada. Nas paredes, os rabiscos imperceptíveis e a sujidade deram lugar a painéis de arte urbana, com desenhos das paisagens, monumentos e edifícios mais emblemáticos da cidade. Está lá tudo:
desde a Ponte 25 de Abril ao Aqueduto das Águas Livres, passando pela Torre de Belém, pelo Museu do Oriente, pelo Castelo de São Jorge, pelos cacilheiros a navegar no Tejo e pelos eléctricos “amarelinhos”, entre outras imagens de marca da cidade. E até evocações dos murais revolucionários do pós-25 de Abril.          Música: Luís Guerreiro e Pedro Castro (guitarra portuguesa) João Mário Veiga (viola), Francisco Gaspar (contrabaixo) Ricardo Vieira e Tomohino Hata (piano) Concerto Katia Guerreiro @ Olympia

6 comentários:

Graça Neto disse...

Caminhos pelos quais nunca passei. Muito obrigada Fernando por me dar a conhecer estas belas obras de arte. Lindo, lindo, lindo.
Graça

JOAQUIM OLIVEIRA disse...

Um circuito de arte bastante interessante . Parabéns !

fernando neves disse...

Obrigada Graça.

fernando neves disse...

Obrigado J. Oliveira pelo comentário expresso.

Luciano Machado disse...

Belo trabalho Fernando!

fernando neves disse...

Obrigado Luciano pelo seu comentário!

Enviar um comentário

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...