11 de janeiro de 2014

"Serra do Risco" por Luísa Antunes

Serra do Risco
“A Serra tem o ar de uma onda que avança impetuosa e subitamente estaca e se esculpe no ar; é uma onda de pedra e mato, é o fóssil de uma onda. Ri-se do mar de agora, gaivota mansinha, profundamente azul, que faz avultar, com a planície que lhe fica à esquerda, o seu dorso gigantesco.”

Sebastião da Gama, in “A região dos Três Castelos”, O Segredo é Amar

Música: O canto do Pintassilgo / Mar de Alpertuche (gravado por Luísa Antunes)


3 comentários:

  1. Fiel ao Sebastião da Gama, às suas palavras e visão; fiel à serra... Tal como ele nunca a deixou, também nós, que aí estivemos acolhidos num tempo, nunca a deixaremos.
    Obrigada , Luísa.
    Um pedido: por que não pegas também no frei Agostinho da Cruz? Ficamos a aguardar...

    ResponderEliminar
  2. Parabéns à nova realizadora.
    Bonitas fotos da nossa Arrábida, aliadas à pesquisa e informação da obra de Sebastião da Gama.
    Alguns detalhes técnicos a melhorar em próximas relaizações, que espero seja em muito breve.
    José Venâncio

    ResponderEliminar

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...